Gehennah: Entrevista com Mr. Violence
Armour: Entrevista com Pete Talker
Entrevista com Evo - Warfare
Battalion:Entrevista com Marcelo Fagundes
Sodomizer:Entrevista com Leatherface
Entrevista: Whipstriker
Entrevista: Abomydogs

Gehennah: Interview with Mr. Violence

Active for about twenty years, Gehennah is a band with a long road and lots of alcoholic stories. The group was formed in 1992 (as Gehhena until 1994) and released three thrashing full-lenghts, which were the soundtrack of many people’s inebriation. After an hiatus of about three years, the band returned to activity in 2011.

Gehennah: Entrevista com Mr. Violence

Há mais de vinte anos ativa, Gehennah é uma banda com uma longa estrada e muitas histórias alcoólicas. O grupo foi formado em 1992 (como Gehenna até 1994) e lançou três full-lenghts destruidores, que foram a trilha sonora da bebedeira de muita gente. Após um hiato de aproximadamente três anos, a banda retomou suas atividades em 2011

Amebix - Entrevista de 1988 traduzida

Há mais de duas décadas atrás, a Ooer Fanzine realizou esta entrevista com o Amebix. As respostas vieram do guitarrista Christian Miller, também conhecido como Stig. A publicação ocorrreu em 1988, ano posterior separação da banda. Confira a seguir este material clássico e irreverente do grupo que uniu Metal e Punk de uma forma avassaladora.


Bem, como tudo começou, como tem sido, algum incidente sério?

Uau, essa é uma questão bastante A-M-P-L-A. Nós começamos em 1978 para combater o tédio e falta do que fazer, e porque nós sentimos que seria nosso lugar para refletir a respeito do rock na cena musical. Eu sou Stig, eu e o Baron somos os únicos membros originais. Nós temos uma convicção e uma espécie de filosofia que têm nos mantido em frente. Isso é expresso em nossas músicas, então, não importa em que gravadora nós estejamos, ainda será do nosso jeito. Pessoas que pensam que nos venderemos são estúpidas. Eu já fiquei puto com bandas o suficiente desde 77 e não vou causar isso a outras pessoas. Nosso estilo sempre irá mudar, porém nossos sentimentos sempre permanecerão os mesmos. Incidentes sérios... hummm, nosso antigo baterista ficou louco e foi substituído. Jenghiz, o antigo responsável por tocar sintetizador está esperando julgamento por assassinato. Eu não consigo pensar em nada mais marcante. Nada realmente interessante acontece conosco. De fato, a vida é bem maçante.

Como você definiria a visão política que você apoia? Você votaria em uma eleição? Caso sim, em quem votaria?

Eu, pessoalmente, não apoiaria nada. Eu prefiro me sentar e observar os tolos. Se um dia nós ficarmos ricos, talvez possamos fundar nosso próprio partido e todo mundo traria uma garrafa. A vida em si é política, não é? Ninguém pode governar a não ser que as pessoas queiram ser governadas!


Se você tivesse 10.000 libras para doar à caridade. Como você doaria?

Essa é um tipo de pegadinha? Eu teria que doar à caridade? Eu não poderia apenas doar metade e gastar o resto em drogas? Ou algo assim? Talvez oficinas de música ou algum tipo de coisa artística deveriam receber este dinheiro. Embora o governo que realmente deveria pagar por isso. E eu não precisaria do seguro desemprego por alguns meses.

As palavras “ríspido” ou “triturador” são um pouco clichê. Então, que palavras usaria para se descrever? *

“Derretedor de cara”, “Rabo cuspidor”, “Terminalmente empolgante”! (Isso é só minha humilde opinião, é claro)

*No original, são usados os termos “crusty” e “grindy”, possivelmente em referência aos estilos.

Você sente que clubes da juventude são uma forma de se chegar aos jovens de hoje?

Eu não sinto nada. Eu estou velho e passado.

Algum zine favorito? Por quê?

Fanzines tem se tornado cada vez mais uma merda através dos anos. Quando eu era moleque por volta de 77, havia a Sniffing Glue e só mais algumas outras. Eu gostava da Toxic Graffiti. Mas, eu não sei o que aconteceu com ela, tinha um bom layout. Nós tivemos um fanzine há alguns anos atrás e tivemos o CID* atrás de nós por calúnia ou algo do tipo. De qualquer forma, eu acho a maioria das fanzines tão infantis hoje em dia, que eu raramente consigo passar da primeira página. Uma boa parte é mal diagramada, e tão mal impressa que chega a ser ilegível. Para ser bem honesto, a maior parte das fanzines são escritas por garotinhos raivosos que apenas discursam e deliram sobre coisas triviais e esperam que as pessoas leiam isso. Eu sempre vejo as perguntas do tipo “vocês são vegetarianos/veganos? Se não, por quê?”. Quem se importa com essa porra? Eu ainda apoio fanzines, ainda que a maioria delas seja lixo. Pois elas podem ser um meio brilhante de comunicação de ideias. Infelizmente, eu não tive o tempo de fazer uma eu mesmo. Eu espero que esta seja uma exceção.

* Criminal Investigation Department (CID) – Departamento de Investigação Criminal, ramo da Polícia Britânica.

Explique em poucas frases o significado de algumas de suas músicas favoritas.

Nossas músicas são sobre vida e morte entre tudo isso. Algumas são um pouco esotéricas, sobre o poder dentro de nós e como alcança-lo.

Algo que gostaria de perguntar?

Você vai me mandar uma cópia? (Se estiver lendo isso, a resposta é sim).

Jon tem 4 laranjas, Janet come duas delas, o que acontece depois... (caixa para marcar a opção)


  • Janet diz Yum Yum
  • Jon diz Arrrrrgh!
  • Janet sofre uma morte macabra na batedeira
  • Mamãe chega e ambos dizem Yum Yum!


  • Algum acréscimo, agradecimento... algo mais a dizer?

    Não, eu já tenho tudo acrescentado. Acho que já disse o suficiente. Se o seu zine for ruim, invadirão sua casa e servirão seu próprio pênis em molho de salsa enquanto toca em seu estéreo o melhor de Max Bygraves* em volume máximo.

    * Cantor, comediante, ator e artista de variedades inglês.

    Saudações, Stig.
    NO GODS, NO MASTERS.


    Esta entrevista foi retirada do site DiyConspiracy.net. Para ler a transcrição em inglês, acesse o link:

    http://diyconspiracy.net/amebix-interview-1988/

    Dominus Praelii e Apokalyptic Raids: extensa tour por toda América do Sul

    Dominus Praelii e Apokalyptic Raids: extensa tour por toda América do Sul - A banda paranaense de Heavy Metal Dominus Praelii, que estará divulgando seu novo álbum, “Keep the Resistance”, anunciou sua nova tour, a qual passará em todo continente.

    Nosferatu: banda procura por baixista e baterista

    A banda Nosferatu (Heavy Metal Tradicional) está atrás de um baixista e baterista para trabalho sério. A banda está na ativa desde 1999 e de lá pra cá lançou algumas demos, participou de coletâneas, lançou um EP oficial “Returning to the Slaughter” e está gravando o debut álbum que em breve estará pronto.

    Lançado 7" EP com Whipstriker e Iron Fist

    Acaba de ser lançado um split com as bandas Iron Fist (USA) e Whipstriker, do Rio de Janeiro. O material será lançado no formato 7" EP, através da gravadora escocesa Bestial Invasion Recs.

    Possessed souls

    Beyond hell...

    Problemas para visualizar o site? Utilize um navegador que preste:

    Firefox